Menos de 1% das empresas latino-americanas realizam exportações

Em seminário em Tegucigalpa, em Honduras, a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) defendeu na última terça-feira (28) a participação mais igualitária de empresas de pequeno e médio porte da região no mercado de exportações.

Segundo a agência da ONU, isso poderia fortalecer a presença de companhias latino-americanas no comércio internacional. Menos de 1% do setor privado regional realiza vendas ao exterior.

O organismo regional explicou que empresas menores já conquistaram um espaço significativo nas exportações latino-americanas, mas sua participação no volume de produtos e serviços vendidos ainda é muito baixa.

Considerando números gerais, porém, a CEPAL revela que a presença das companhias da América Latina no setor de exportações é proporcionalmente bem inferior à de outros países. A média regional — menos de 1% das empresas exportam — está abaixo do índice calculado para a Alemanha (9,1%) e para a Coreia do Sul (3,5%).

Para ampliar a inserção de empresas de médio e pequeno porte latino-americanas no mercado de exportações, a agência da ONU desenvolveu uma metodologia de internacionalização a partir de um projeto fundado sobre a inovação, a capacitação dos funcionários e a busca por financiamento próprio e externo. Acesse o material clicando aqui.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s